Feira sedia XVI Encontro Sobre a Cultura do Amendoim

A Feira Nacional do Amendoim, que acontecerá em Jaboticabal, Capital do Amendoim do Estado de São Paulo, nos dias 15, 16 e 17 deste mês, conta com atividades de lazer (shows e gastronomia), Feira de Máquinas e Insumos e também um evento acadêmico de caráter internacional: o Encontro sobre a Cultura do Amendoim, que chega à sua 16a edição. Organizado pela Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV)/Unesp Jaboticabal, o Encontro visa criar um fórum de discussão sobre o amendoim, abordando desde questões técnicas do campo até o processamento da matéria-prima.

 “Atraímos pessoas de fora do País justamente em função da importância da iniciativa, que temos a satisfação de promover há 16 anos”, disse o ex-diretor da FCAV/Unesp, Pedro Luís da Costa Aguiar Alves, um dos organizadores.  Segundo ele, o diferencial deste ano é a aproximação com o produtor até mesmo em relação ao local em que o evento será realizado. “Antes era feito apenas na faculdade, no nosso Centro de Convenções, e percebíamos que havia a necessidade deste evento técnico-científico ir ao encontro do produtor”, explicou o professor Pedro Alves.

Ele comenta que a edição deste ano traz a atualização da Câmara Setorial do Amendoim; a produção integrada para viabilizar a cultura nos dias atuais; o problema do carvão na cultura do amendoim, doença que preocupa o setor; a otimização da produção em relação a frota e gerenciamento; o controle do percevejo preto; e a perspectiva mercadológica da cultura. “Ou seja, nós produzimos amendoim para quem? Traremos executivos e diretores de cooperativas e empresas que irão abordar este tema em uma mesa redonda, junto com os produtores”, informou.

As palestras também vão atender quem está produzindo em novas áreas. “Outro assunto interessante que vamos abordar é a deficiência hídrica. Isto é, o que a falta de água causa no amendoim. Este é um problema recorrente em novas fronteiras agrícolas, onde o amendoim vem aventurando-se”, comentou o professor Pedro Alves, completando que além das palestras, o XVI Encontro contará com exposição de painéis com projetos e alunos concorrendo a premiação com apresentações orais. “É um ambiente muito agradável. É técnico, é científico, mas terá o diferencial de estar dentro da Feira do Amendoim. São pesquisadores de renome nacional e internacional que irão trazer conhecimento para esta importante cultura local e regional”, concluiu, lembrando que o intuito é difundir o conhecimento científico de uma forma leve e acessível, fechando os elos da cadeia produtiva.